Mês: fevereiro 2016

Muleta de conteúdo

Há dois anos eu li um texto do Profissão Blog (infelizmente desativado) que tratava sobre 10 muletas e chavões de texto que fazem todos os artigos de blog se parecerem . Aquilo me impressionou profundamente. Não só porque eu fazia aquilo lá e mais um pouco, mas também o texto me passou aquela velha sensação de “como eu não pensei nisso antes” que tem em tudo com um toque de genial. Me recordei desse texto dia desses ao refletir sobre como a gente insiste em fazer o mesmo conteúdo independente do cliente.  Às vezes é porque falta pauta, às vezes é o cliente que te liga as 22h cobrando o post do dia do vôlei – com aquela sacadinha – às vezes é por  comodismo ou pura preguiça mesmo de fazer um planejamento. Tudo isso e um pouco mais acaba tornando as fanpages iguais, todos os posts o mesmo e todo mundo, basicamente, com o mesmo posicionamento. Todo mundo em primeiramente mira no óbvio. Henri Cartier-Bresson disse uma vez que “Suas 10.000 primeiras fotografias serão suas piores” tire alguns zeros …